Vendas de PCs e monitores para games cresceram quase 27%

 Vendas de PCs e monitores para games cresceram quase 27%

A taxa de crescimento e o volume de unidades vendidas em 2020 foram os maiores e mais rápidos números já registrados pela IDC.

Ao longo de 2020, a pandemia global criou novas oportunidades para muitas tecnologias de consumo, e os PCs e os monitores desenvolvidos para jogos eletrônicos provavelmente estiveram entre os maiores beneficiados. À medida que os consumidores gastavam mais horas em casa e menos dinheiro fora, as vendas de PCs e monitores para jogos cresceram 26,8% em 2020 em comparação ao ano anterior, somando 55 milhões de unidades, de acordo com uma nova pesquisa da IDC, chamada Worldwide Quaterly Gaming Tracker. A taxa de crescimento e o volume de unidades foram os maiores e mais rápidos números registrados desde que a IDC começou a monitorar esse mercado em 2016.

Além do grande volume, 2020 trouxe outros marcos que podem alterar as tendências futuras. A América do Norte e a Europa Ocidental combinadas ultrapassaram a Ásia/Pacífico (incluindo o Japão) como o maior mercado pela primeira vez, em grande parte devido à demanda induzida pelas restrições impostas pela pandemia. Os notebooks para jogos continuaram sendo os maiores impulsionadores de volume durante um ano marcado pela necessidade de distanciamento social.

Apesar de ter sido afetado pela falta de telas durante grande parte do ano, os notebooks para jogos cresceram um recorde de 26,9% em 2020, pois os consumidores apreciaram sua versatilidade tanto para o trabalho quanto para o lazer. Paralelamente aos PCs, os monitores de jogos também alcançaram novos patamares em 2020, crescendo mais de 77% em relação a 2019, com as vendas chegando a 14,3 milhões de unidades.

Olhando para o futuro, a IDC espera que o mercado de jogos permaneça um ponto brilhante depois que o mercado geral de PCs retornar aos ciclos de substituição mais normais após a pandemia. Enquanto os desktops de jogos continuarão a dar espaço em favor aos equipamentos portáteis, sua morte será mais do que compensada por notebooks e monitores. Por exemplo, a IDC espera que o volume do monitor de jogos ultrapasse o dos desktops de jogos pela primeira vez em 2021. Mesmo com os desktops de jogos cada vez mais caindo em desuso, exceto para os segmentos de jogos DIY e hardcore, o aumento das taxas de conexão do monitor aos notebooks para jogos significa que o mercado de monitores registre uma taxa composta de crescimento anual (CAGR) de mais de 10% em cinco anos. A IDC espera que esse ímpeto continue à medida que os volumes globais alcancem 72,9 milhões em 2025, com um CAGR de 5,8%.

“Infelizmente, a oferta de PCs para jogos caiu recentemente e, embora a cripto-mineração possa ser parcialmente a culpada, a grande demanda por esses produtos e o crescimento da base de jogadores são provavelmente a causa raiz da escassez”, disse Jitesh Ubrani, gerente de Pesquisa do Worldwide Mobile and Consumer Device Trackers da IDC. “Novas GPUs, novos jogos, suporte adicionado para ray-tracing e o crescimento da demanda também levaram a um aumento nos preços médios de venda durante 2020 e provavelmente permanecerão nesses níveis elevados em 2021”, previu.

“Assim como o mercado de notebooks, os monitores também enfrentaram escassez de componentes do painel e aumento da demanda”, disse jay Chou, gerente de Pesquisa do Worldwide PC Monitor Tracker da IDC. “Os OEMs devem ser sábios sobre onde alocar recursos escassos e faz sentido atender à demanda de monitores de jogos, já que a compra comercial e a ocupação de escritórios em muitos mercados continuam fracas”, observou.

Por Redação

via INFORCHANNEL

Editor MDR

Você pode gostar também...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *