Prévia de indicador de incerteza sinaliza desaceleração do ritmo de queda em agosto, diz FGV

 Prévia de indicador de incerteza sinaliza desaceleração do ritmo de queda em agosto, diz FGV

Após o quarto mês em queda, o IIE-Br devolveria 51% da alta de 95,4 pontos observada no bimestre março-abril

A prévia do Indicador de Incerteza da Economia (IIE-Br) da Fundação Getulio Vargas (FGV), divulgada nesta quinta-feira, sinaliza uma queda de 2,2 pontos em agosto, para 161,7 pontos. Após o quarto mês em queda, o IIE-Br devolveria 51% da alta de 95,4 pontos observada no bimestre março-abril.

“O tímido recuo na prévia de agosto corrobora a tendência de desaceleração do ritmo de queda do Indicador de Incerteza. O componente de expectativas continua, pelo quinto mês, acima de 200 pontos, refletindo as imensas dificuldades de se prever cenários para o futuro. Pelo andar da carruagem, a não ser que boas notícias no front da saúde, da economia e no campo político ocorram, o indicador deverá se manter em patamares muito elevados até pelo menos o final desde ano”, diz Anna Carolina Gouveia, economista da FGV, em comentário no relatório.

O componente de Mídia recuou 1,3 ponto, para 142,8 pontos, nesta prévia de agosto. O componente de Expectativas, recuou 3,7 pontos, para 212,2 pontos. Ambos os componentes ainda estão em patamares considerados extremamente elevados, com destaque para o de expectativas, que devolvendo até o momento apenas 16% das altas ocorridas entre março e maio.

Apoiador:

Os dados para a prévia foram coletados nos 30 dias até 9 de agosto. A divulgação do indicador final acontecerá no dia 28 de agosto, com dados coletados entre 26 de julho e 25 de agosto.

Por Valor Econômico

Via Aço Brasil

Editor MDR

Você pode gostar também...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *