Por que a migração para a nuvem fica cada vez mais difícil?

 Por que a migração para a nuvem fica cada vez mais difícil?

Digital cloud over human hand with copy space

Agora que migramos as coisas fáceis, o nível de dificuldade está aumentando, mas ainda precisa ser feito

Quanto mais, as organizações migram seus aplicativos para a nuvem, maior é a dificuldade com que elas se deparam. Os aplicativos e bancos de dados que são mais modernos, melhor projetados e construídos para serem portáteis são os primeiros a serem transferidos para as nuvens. Por um bom motivo: as equipes de nuvem desejam obter algumas vitórias no placar e podem fazer isso removendo o risco e reduzindo o grau de dificuldade.

Previsivelmente, conforme diminui o número de aplicativos bem projetados e modernos que podem ser facilmente migrados, as equipes de migração são forçadas a enfrentar aplicativos que não são tão bem projetados ou são construídos em plataformas mais antigas que podem não ter uma plataforma analógica ainda em uma nuvem pública.

Os aplicativos legados vêm à mente, mas também qualquer aplicativo que precise de uma refatoração significativa para funcionar corretamente em uma nuvem pública. Conforme muitas das empresas se aproximam do meio do processo de migração, o grau de dificuldade aumenta significativamente, e isso está matando a produtividade da migração. Então, como uma empresa que já está assustada com as vulnerabilidades expostas na pandemia tira os aplicativos restantes do data center corporativo?

Apoiador:

Aqui estão duas abordagens que parecem estar funcionando:

Aproveite um Managed Service Provider (MSP) com mais frequência. Provavelmente, se você está focado em uma nuvem pública como um alvo principal para suas cargas de trabalho, agora você pode estar considerando algumas alternativas válidas. Os MSPs oferecem mais análogos de plataforma para as plataformas mais difíceis de replicar e fornecem um caminho de migração de A para A para mover para uma nuvem pública. Se você acha que isso é uma desculpa, considerando que vai precisar consertar ou modernizar esses aplicativos e bancos de dados em algum momento, você está certo. Mas o uso de um MSP vai acelerar o downsizing do data center físico existente.

Depois de migrar para um MSP, você pode se concentrar em consertar ou encerrar aplicativos nessa plataforma quase em nuvem. De lá, você pode deixá-los ou, finalmente, migrá-los para uma nuvem púbica.

Crie um conjunto de ferramentas e processos devops para corrigir os aplicativos e bancos de dados de forma mais produtiva. Você terá que fazer o trabalho pesado na frente, mas é realmente a maneira certa de fazer as coisas. Em essência, é uma fábrica de migração de aplicativo otimizada usando automação. Muitas empresas corrigem cada aplicativo como um único. Isso não vai escalar ou ser consistente. Claro, existem outras abordagens, incluindo não fazer nada e apenas lutar contra isso, grau de dificuldade que se dane. Eu encorajaria essas empresas a terem a mente um pouco mais aberta para outras soluções que podem ser difíceis, mas acabam removendo os problemas no futuro.

*David S. Linthicum é diretor de estratégia de cloud da Deloitte Consulting e especialista em indústria e líder de pensamento reconhecido internacionalmente

Por David S. Linthicum

Via CIO

Editor MDR

Você pode gostar também...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *