Paraná libera aulas a distância via internet e canais digitais

 Paraná libera aulas a distância via internet e canais digitais

A partir desta semana, os mais de um milhão de estudantes da rede pública do estado do Paraná vão poder retornar às aulas, por meio do ensino a distância (EAD). As aulas serão disponibilizadas pelo YouTube, por um canal de TV e também por um app criado pela Secretaria Estadual de Educação (Seed), exclusivamente para esta finalidade.

A decisão da Seed visa diminuir os problemas causados pela pandemia do novo coronavírus, que forçou o decreto de quarentena, resultando no fechamento das instituições de ensino por tempo indeterminado.

App Aula Paraná. (Fonte: Play Store)

App Aula Paraná. (Fonte: Play Store)Fonte:  Play Store 

Aulas pelo YouTube e canais digitais

As aulas serão transmitidas ao vivo nas três plataformas: canais digitais, YouTube e app. Os canais digitais são vinculados à emissora RIC, afiliada da Rede Record.

Abaixo, veja como ficará a transmissão das aulas separadas pelo ano letivo e pelo canal:

  • Sexto e sétimo anos do Fundamental – Canal digital ponto 2
  • Oitavo e nono anos do Fundamental – Canal digital ponto 3
  • Ensino Médio – Canal digital ponto 4

Para acessar a lista de canais, clique aqui.

A transmissão das aulas pelo YouTube já está funcionando. Veja como as aulas estão distribuídas de acordo com o horário da transmissão:

  • 6º ano do Ensino Fundamental – a partir das 13h. Acesse aqui.
  • 7º ano do Ensino Fundamental – a partir das 13h. Acesse aqui.
  • 8º ano do Ensino Fundamental – a partir das 8h15. Acesse aqui
  • 9º ano do Ensino Fundamental – a partir das 8h15. Acesse aqui.
  • 1º ano do Ensino Médio – a partir das 8h15. Acesse aqui.
  • 2º ano do Ensino Médio – a partir das 12h20. Acesse aqui.
  • 3º ano do Ensino Médio – a partir das 16h25. Acesse aqui.

O cronograma completo das aulas pode ser acessado clicando neste link.

Aulas pelo app Aula Paraná

O aplicativo Aula Paraná pode ser baixado para Android e iOS. Para acessar as aulas, os estudantes precisarão realizar o login usando o Cadastro Geral da Matrícula (CGM) e usar a data de nascimento como senha.

Apesar de poder ser baixado, o app ainda está em fase de implementação nesta semana. Sendo assim, por enquanto os alunos ainda precisam recorrer aos canais digitais e ao YouTube.

O governo do estado do Paraná está negociando com as operadoras para que o app não consuma a franquia de dados móveis.

Há ainda outra plataforma que vai ajudar os alunos com o ensino a distância. A Seed fechou uma parceria com o Google Classroom. Em breve, os alunos terão uma ferramenta com conteúdo extra, descrição das aulas e links para aulas gravadas e questionários online.

Por Ramalho Lima

Via tecmundo

Editor MDR

Você pode gostar também...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *