Oracle abrirá região de nuvem subterrânea em Israel

 Oracle abrirá região de nuvem subterrânea em Israel

A nuvem da Oracle acaba de anunciar que planeja abrir seu data center em nuvem em Jerusalém, Israel, marcando a primeira gigante global da nuvem a abrir uma região de nuvem no país.

A ser operado em parceria com a Bynet Data Communications, o data center subterrâneo oferece cerca de 460,000 pés quadrados de espaço, estendendo-se por quatro andares a uma profundidade de 50 metros abaixo do nível do solo.

“Este é um passo importante para a próxima abertura da região da Oracle Israel East Cloud”, disse Uzi Navon, líder nacional da Oracle em Israel.

“Com a nova região de nuvem na capital de Israel, a Oracle está mais uma vez provando seu compromisso com o Estado de Israel e com os clientes israelenses e garante uma infraestrutura de nuvem de segunda geração com o melhor desempenho e o mais alto nível de segurança.”

“A Oracle explorou vários provedores de farms de servidores em Israel e, finalmente, selecionou o Bynet Data Communications Group devido ao seu alto nível de desempenho, tecnologias avançadas e ampla experiência”, acrescentou Navon.

Apoiador:

A instalação subterrânea é um datacenter de bunker multilocatário e considerada uma das mais seguras do país, fornecendo serviços em nuvem para empresas da indústria de defesa de Israel, governo, bancos, seguradoras, infraestrutura, tecnologia e clientes de varejo.

Em janeiro de 2020, a Microsoft anunciou que planeja lançar sua primeira região de nuvem em Israel, começando com a construção de um data center para atender às necessidades de residência de dados dos clientes, com inauguração prevista para este ano. Por meio da parceria com a Bynet Data Communications, a região de nuvem da Oracle entrará em operação antes da conclusão e abertura da região da Microsoft no país, pois o data center subterrâneo já está em operação.

A nova instalação de nuvem da Oracle em Israel também marca a segunda região de nuvem da empresa no Oriente Médio, após o lançamento de sua primeira região de nuvem de segunda geração nos Emirados Árabes Unidos (EAU) em outubro do ano passado.

Por Redação

Via Data Center Planet

Editor MDR

Você pode gostar também...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *