Lenovo Data Center Group revela soluções de gerenciamento de dados

 Lenovo Data Center Group revela soluções de gerenciamento de dados

Pandemia tirou digitalização do papel e companhia quer permitir que clientes de todos os tamanhos utilizem os dados de forma mais segura e eficiente.

A Lenovo Data Center Group (DCG) anunciou nesta quinta-feira (3) novas soluções de gerenciamento de dados de ponta a ponta. A novidade é influenciada pela aceleração trazida pela pandemia, os novos produtos permitirão aos clientes de todos os tamanhos utilizar os dados de forma mais segura e eficiente, do edge à nuvem, com um único conjunto de ferramentas e recursos para a transformação digital, segundo a marca.

“Os clientes continuam a enfrentar desafios na implementação de um sistema de gerenciamento de dados coeso para analisar e processar os dados de forma mais eficiente”, declarou Stuart McRae, Diretor Executivo e Gerente Geral de Armazenamento da Lenovo Data Center Group.

Apoiador:

Supercomputação fora da academia

Um ponto ressaltado durante o anúncio virtual das novas soluções é que a ampliação da capacidade de computação deve atender empresas de todos os tamanhos. Se, antes, a computação HPC (computação de alto desempenho ou supercomputação) era usada apenas por institutos de pesquisa, a pandemia acelerou uma digitalização que torna esse poder de fogo ainda mais necessário para prever mercados, atender de forma eficiente e conectar dados em diferentes escalas.

“O conceito de HPC passou a ser adotado de forma diversa em distintas organizações. é usado numa empresa de performance até um banco que quer tomar melhores decisões. A aplicabilidade se expandiu de forma extraordinária, muito por conta da transformação digital”, explica o presidente da Lenovo DCG Brasil, Rodrigo Guércio.

O novo Lenovo ThinkSystem DM5100F promete alto desempenho, armazenamento com baixa latência e preço acessível, permitindo que clientes de todos os tamanhos aprimorem a implementação de Analytics e IA, enquanto aceleram o acesso das aplicações aos dados.

Agora, os sistemas de armazenamento da Série DM da Lenovo incluem o novo suporte ao S3 Object, para a criação de uma plataforma de gerenciamento de dados unificada de próxima geração, que permite aos clientes o gerenciamento e análise de todos os tipos de dados (bloco, arquivo e objeto) dentro de uma única plataforma de armazenamento, acelerando o processamento da análise de dados enquanto reduzem os custos com infraestrutura.

Roberto Brandão, gerente de HPC para América Latina, comenta que a marca fabricou 181 dos 500 computadores mais poderosos do planeta. Com a digitalização, esse tipo de poder de fogo — antes usado apenas em mercados financeiros e estudos científicos — se tornará cada vez mais acessível. “Atualmente, várias empresas fora do mercado acadêmico passaram a usar tanto poder de fogo para alimentar suas soluções de inteligência artificial”, explica Brandão.

Analytcs e IA Flexíveis e Acessíveis

Conforme a IA deixa o âmbito da pesquisa e da ciência para proporcionar insights e a automação para as empresas, a Lenovo foca em ser parceira e compartilhar este valor com empresas de todos os tamanhos. Recentemente, a Lenovo colaborou com a NetApp e a NVIDIA para publicar um Reference Architecture for an AI training system (Arquitetura de Referência para um sistema de treinamento de IA) A arquitetura combina servidores ThinkSystem SR670 com GPUs da NVIDIA e o armazenamento ThinkSystem DM5000F All-Flash, para ajudar a eliminar a adivinhação ao otimizar uma plataforma de IA.

O portfólio de gerenciamento de dados da Lenovo, inclusive as soluções de armazenamento da série DM, estão disponíveis através do Lenovo TruScale Infrastructure Services. Além disso, a Lenovo e SAP anunciaram recentemente um novo serviço de nuvem-privada OPEX, o SAP HANA Enterprise Cloud, Customer Edition também disponível através do Lenovo TruScale.

Por Redação

Via itforum

Editor MDR

Você pode gostar também...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *