IDC calcula crescimento de 6,4% para o setor de serviços de TI em 2019

 IDC calcula crescimento de 6,4% para o setor de serviços de TI em 2019

Serviços relacionados à melhoria de performance da nuvem, gerenciamento de cargas de trabalho em ambientes híbridos e controle de custos impulsionaram o mercado de serviços de TI em 2019, que cresceu 6,4% em relação ao ano anterior e faturou mais de R$ 40 bilhões. Os dados fazem parte do estudo IDC Semiannual Services Tracker 2019, realizado pela IDC Brasil.

Segundo Luiz Monteiro, analista de pesquisa e consultoria em serviços de TI da IDC Brasil, o mercado de TI voltado para educação e treinamento alcançou um bom resultado no ano por conta da necessidade de atualização e qualificação dos quadros internos das empresas. “A preocupação com a satisfação e engajamento de equipes internas cresceu, e a necessidade de minimizar o movimento de turn-over de profissionais de TI, em especial os que trabalham com cloud e segurança, também influenciou esse crescimento”, explica.

Em 2019, a área de projetos e serviços de consultorias cresceu 7,6%. No primeiro semestre, as empresas demandaram menos, mas compensaram no segundo. A área de serviços gerenciados acompanhou o mesmo movimento.

Já o crescimento de serviços de suporte foi tímido: 3,2% no ano. Suporte e implantação de hardware foi a disciplina com o menor crescimento no ano: apenas 2,1%. “Esse resultado refletiu a queda observada nos números da indústria de equipamentos de rede, servidores e armazenamento”, afirma Monteiro.

Apoiador:

Previsão para 2020

Por conta da pandemia de Covid-19 e das incertezas geradas em todos os setores da economia, a IDC está revisando periodicamente os possíveis cenários futuros. Nem todas as linhas de serviços têm perspectivas negativas. “Serviços ligados à segurança da informação, gerenciamento de recursos em cloud, colaboração e virtualização de ambientes, por exemplo, devem crescer, mesmo diante de um cenário desfavorável”, explica.

Para outras linhas de serviços, a IDC espera um crescimento modesto nesse ano. “No forecast do semestre anterior, por exemplo, disciplinas que demandam atuação de pessoal, como educação e treinamento ou consultoria em TI, apresentavam perspectivas de crescimento de 4,7% e 6,6%, respectivamente, para 2020. Agora, a expectativa é diferente. O mercado sinaliza desaceleração”, afirma o analista da IDC.

Serviços de terceirização de endpoints de rede e de implantação e suporte de hardware, que se correlacionam com a fabricação, comercialização e distribuição de equipamentos de rede, servidores e armazenamento, devem ser impactados de forma mais relevante, com crescimentos próximos de zero ou, em cenários mais pessimistas, até negativos.

Por Redação

Via tiinside

Editor MDR

Você pode gostar também...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *