‘Fatiga zoom’: somente 20% dos profissionais estão atentos e engajados em reuniões on-line

 ‘Fatiga zoom’: somente 20% dos profissionais estão atentos e engajados em reuniões on-line

Um pouco mais de um quarto dos funcionários anônimos respondeu à enquete dizendo escutar a reunião enquanto realiza atividades paralelas

Encontros casuais e reuniões formais foram substituídos com o trabalho remoto impulsionado pela pandemia. As organizações foram forçadas a ajustar o modelo de trabalho conhecido até o período pré-pandemia e, desde então, as pessoas se dividem entre atividades domésticas, produtividade e longas reuniões virtuais. Embora, as ferramentas de videochamadas tenham se tornado as grandes salvadoras do trabalho remoto para as empresas e seus esforços em manter os funcionário engajados, uma nova enquete da Blind, rede anônima de profissionais, mostra que este objetivo talvez não esteja sendo bem sucedido.

A nova enquete da Blind vai ao encontro de outras pesquisas que já mostraram que o excesso de reuniões virtuais levam à fadiga mental dos colaboradores. Nesta pesquisa da rede anônima é possível avaliar mais de perto a sensação do que trabalhadores chamam de “fadiga do Zoom”. A pesquisa intitulada “Como você está envolvido na maioria das reuniões de trabalho?” foi enviado por um engenheiro. Mais de 4.600 usuários responderam à pesquisa e 6.123 forneceram comentários adicionais sobre suas experiências pessoais durante essas reuniões.

Por exemplo, um usuário da Amazon respondeu à pesquisa dizendo: “Às vezes é difícil se concentrar. Para me ajudar, estou habilitando minha câmera e também projetando-a no meu monitor. Está me ajudando a me concentrar em discussões inúteis também”. Outro funcionário do Facebook brincou que estava jogando PS4 enquanto estava de plantão.

“Muitas vezes tenho que participar ativamente, mas quando não faço, costumo prestar atenção, mas fico quieto e faço multitarefas, o que para mim é essencial, porque às vezes eu costumo me reunir das 8-9 da manhã até às 17-18h sem pausas, por isso ainda preciso ser capaz de fazer outras coisas além de apenas participar de reuniões”, disse outro respondente do Facebook.

Apoiador:

Até onde vai o multitasking?

A pesquisa foi acompanhada por um vídeo com um homem dormindo sentado e uma legenda dizendo: “Muitas vezes fico em silêncio nas reuniões do #Zoom”. Apenas 20% dos profissionais dizem que estão ouvindo ativamente e fornecendo feedback ao vivo, enquanto 27% dos profissionais dizem que estão fazendo outras coisas e simplesmente ouvindo.

A plataforma Blind permite que você publique como funcionário anônimo de uma determinada organização. Isso permite que a pesquisa avalie efetivamente o envolvimento das reuniões on-line entre empresas e setores.

Um pouco mais de um quarto (27%) dos profissionais dizem que estão tentando prestar atenção, mas geralmente estão dispersos. Diferente dos profissionais do eBay, que demonstram ter maior engajamento nas reuniões virtuais, com 33% afirmando ouvir atentamente, apenas 10% dos profissionais da Intel Corporation afirmam estar ouvindo ativamente e fornecendo feedback ao vivo. No mesmo caminho, um terço dos funcionários da Amazon afirma estar dispersos durante as reuniões.

Mais da metade (54%) dos funcionários do Capital One afirmam ficar frequentemente divididos em reuniões. Quase um em cada dois (43%) dos entrevistados da Cisco selecionou a opção “fazer outras coisas, ouvindo meu nome”, em comparação com 7% dos funcionários da empresa que estavam ouvindo ativamente outras pessoas e fornecendo feedback.

Por Redação

Via CIO

Editor MDR

Você pode gostar também...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *