Estes são os Empregos em TI mais Demandados como Resultado da Pandemia da Covid-19

 Estes são os Empregos em TI mais Demandados como Resultado da Pandemia da Covid-19

Aumenta a oferta de emprego para engenheiros de segurança cibernética, desenvolvedores de Front-End e programadores.

O impacto da Covid-19 nas empresas de tecnologia foi muito menor se comparado a empresas de setores diretamente afetados pelas medidas de isolamento social decorrentes da pandemia, como turismo e varejo, por exemplo. As ofertas de emprego na área durante o primeiro trimestre, inclusive, registraram aumento significativo em relação ao primeiro trimestre de 2019, nos Estados Unidos. Desenvolvedores de Front-End e programadores apresentaram a maior oferta durante o período, no País. Vagas para engenheiros de segurança cibernética, porém, ganharam destaque com a pandemia, de acordo com o relatório Q1 Tech Job Report, da Dice, centro de carreira para profissionais de tecnologia do Grupo DHI.

Para muitos líderes de tecnologia, no entanto, o grau em que a Covid-19 afetou as operações da empresa foi inesperadamente amplo. Enquanto alguns empregadores já possuíam políticas de trabalho remoto, outros tiveram que se ajustar drasticamente para a continuidade dos negócios. Além disso, empregadores estão aumentando sua força de trabalho para gerenciar a demanda.

A Amazon aumentou suas ofertas de emprego em tecnologia em 110% entre fevereiro e março para contratar desenvolvedores de software e engenheiros de rede para atenuar as demandas dos consumidores nos EUA. A Cisco Systems aumentou 71% e, da mesma forma, o Walmart aumentou em 64% suas ofertas de emprego em tecnologia em março, principalmente para preencher desenvolvedores de software e funções de gerente de projeto.

Seguindo a mesma tendência das ofertas de emprego, a maioria das ocupações tecnológicas mostrou um crescimento significativo no primeiro trimestre de 2020, em comparação ao primeiro trimestre de 2019:

Apoiador:

  • Desenvolvedor Front-End: + 68%
  • Programador: + 58%
  • Desenvolvedor Java: + 52%
  • Desenvolvedor .NET: + 46%
  • Engenheiro de DevOps: + 39%

No entanto, a Covid-19 está afetando muitas das principais ocupações da tecnologia, de acordo com o relatório. Ocupações como engenheiro de segurança cibernética, engenheiro de sistemas e administrador de sistemas tiveram um aumento significativo entre março e abril, à medida que os empregadores se concentravam na expansão da infraestrutura para garantir a segurança dos funcionários remotos e a manutenção do núcleo de plataformas.

O relatório identificou os seguintes trabalhos como tendo o maior aumento nas publicações entre fevereiro e março deste ano, incluindo o aumento percentual específico:Engenheiro de segurança cibernética (20%)

  • Desenvolvedor .NET (12%)
  • Engenheiro de sistemas (11%)
  • Administrador de banco de dados (9%)
  • Administrador de sistemas (7%)
  • engenheiro de DevOps (6%)
  • Engenheiro de suporte a aplicativos (6%)
  • Técnico de suporte técnico (5%)
  • Engenheiro de controle de qualidade de software (2%)
  • Engenheiro de Suporte Técnico (2%)

As funções de desenvolvedor de software (-8%) e engenheiro de rede (-3%) tiveram um declínio nas publicações de fevereiro a março de 2020, segundo a pesquisa, provavelmente devido à desvalorização de novos projetos de desenvolvimento com a pandemia, pois os líderes estavam focando na estabilidade e a adoção do status do trabalho remoto.

“Embora as vagas de emprego em determinados locais tenham diminuído nas últimas semanas [meados de abril], as empresas ainda precisam desesperadamente de tecnólogos de alta qualidade, que podem manter as empresas operando sem problemas, à medida que aumenta a necessidade de trabalho remoto e o distanciamento social. Os profissionais de tecnologia podem ajudar as empresas com mudanças de estratégia para melhor atender às necessidades imediatas e contínuas, como manutenção de infraestrutura, expansão da arquitetura na nuvem ou digitalização”, disse Art Zeile, CEO da DHI Group.

A pesquisa da Dice também verificou alteração das habilidades tecnológicas desejadas de fevereiro a março de 2020. As habilidades desejadas refletiam algumas das ofertas de emprego mais procuradas:

  • Engenharia de sistemas (13%)
  • DevOps (9%)
  • Scrum (8%)
  • C ++ (7%)
  • JIRA ATLASSIANO (7%)
  • Garantia e controle de qualidade (6%)
  • Linux (6%)
  • SQL Server (6%)
  • Oracle (5%)
  • Software Docker (5%)

“Muitos empregadores que negligenciaram sua pilha de tecnologia nos últimos anos podem decidir fazer o investimento para atender às necessidades alteradas; a fome de tecnólogos que podem organizar a infraestrutura de dados e gerenciar equipes sem dúvida continuará e até subir”, diz o relatório.

Por Redação

Via CIO

Editor MDR

Você pode gostar também...

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *