Embratel lança planos empresariais para tecnologia CAT-M

 Embratel lança planos empresariais para tecnologia CAT-M

Smart city with wi-fi connection conceptual,information communication technology concept

Dentro da esfera 4G e com menor velocidade de transmissão, potência e custo, a CAT-M é usada em soluções de Internet das Coisas e Machine to Machine

A Embratel anunciou nesta semana o lançamento de planos corporativos para conectividade da tecnologia CAT-M, utilizada no meio industrial para, por meio do 4G, obter informações de equipamentos que possuem baixa complexidade de dados – como rastreio e mensuração de dados em frotas. 

A economia de bateria e otimização do uso também é outro ponto benéfico do CAT-M, já que ele aumenta o custo-benefício de uso das aplicações por atuar em redes com baixa transferência de dados – o que permite que o sinal chegue a aparelhos que estejam a até 100 km de distância de uma antena, permitindo um rastreio praticamente ininterrupto. 

Em comunicado, a empresa informou que a cobertura será nacional e dividida em quatro planos, de 2MB, 5MB, 10MB e 20MB, com taxa de transmissão máxima de 1Mbps e média de 375Kbps. Ao contratar a conectividade, o cliente também passa a ter acesso a um serviço completo de gestão de dispositivos por meio da plataforma Command Center. 

Disponível em português, inglês e espanhol, a plataforma possui mais de 45 funcionalidades e possibilita acompanhar informações importantes como a cobertura disponível e o diagnóstico remoto dos dispositivos. 

Apoiador:

Por meio do serviço, a Embratel afirma que é possível efetuar o bloqueio e desbloqueio de chips de forma unitária ou massiva em caso de emergências, analisar o status de APNs (Access Point Name) e acompanhar o plano de conectividade contratado, assim como o consumo de dados e o envio de SMS, de forma automatizada, de cada linha. A plataforma também disponibiliza o histórico de sessões e de localização das máquinas, além da posição em tempo real dos equipamentos, sejam eles do espectro da Internet das Coisas (IoT) ou Machine to Machine (M2).  

“Sempre buscamos levar inovações completas ao mercado. A Embratel, marca da Claro para o segmento corporativo, busca unir o fornecimento de planos empresariais CAT-M com a gestão da plataforma Command Center para fornecer às companhias a melhor conectividade para o negócio, com mais controle no gerenciamento remoto de dispositivos”, afirma Eduardo Polidoro, Diretor de Negócios de IoT da Claro.

Por Redação

Via Computer World

Editor MDR

Você pode gostar também...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *