Confiança cresce em 22 de 30 setores industriais em novembro, diz CNI

 Confiança cresce em 22 de 30 setores industriais em novembro, diz CNI

Foto sem data Fábrica de computadores da Positivo.

s maiores altas ocorreram em biocombustíveis, couro e artefatos de couro e equipamentos de informática, eletrônicos e ópticos

O otimismo cresceu em 22 de 30 setores industriais em novembro. De acordo com o Índice de Confiança do Empresário Industrial (Icei) de novembro, divulgado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) nesta quarta-feira, as maiores altas ocorreram em: biocombustíveis — em que as apostas crescerem 10,1 pontos frente a outubro —, couro e artefatos de couro, com elevação de 8,3 pontos no período, e equipamentos de informática, eletrônicos e ópticos, com alta de 4,4 pontos.

O Icei varia de zero a cem pontos e valores acima de 50 pontos indicam que os empresários estão confiantes. Os empresários estão confiantes em todos os 30 setores da indústria pesquisados em novembro. O Icei de novembro varia entre o mínimo de 54 pontos, no setor de obras de infraestrutura, e o máximo de 68,2 pontos, que foi identificado no setor de produtos de borracha.

Quanto mais acima dos 50 pontos, maior e mais disseminada é a confiança do setor. As maiores quedas da confiança ocorreram nos setores de: móveis — com queda de 5,3 pontos, chegando a 57,5 — e no de produtos farmoquímicos e farmacêuticos, com queda de 4,4 pontos para 54,5 pontos.

Apoiador:

Com isso, a CNI verificou que a confiança está mais elevada nos setores de produtos de borracha, produtos de madeira, metalurgia, couros e artefatos de couro e máquinas e equipamentos. Já os menos confiantes são obras de infraestrutura, produtos farmoquímicos e farmacêuticos, móveis, impressão e reprodução de gravações e produtos alimentícios.

O Icei ouviu 2.307 empresas entre 3 e 12 de novembro. Dessas, 885 são pequenas, 839 médias e 583 grandes.

Por Redação

Via Instituto Aço Brasil

Editor MDR

Você pode gostar também...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *