Como obter previsibilidade em tempos imprevisíveis?

 Como obter previsibilidade em tempos imprevisíveis?

Cadeias de suprimentos globais de hoje são complexas. Mas dados gerados podem permitir colaboração mais inteligente com a capacidade de prever padrões.

Não podemos prever o futuro, porém concordamos que a interrupção é inevitável. No entanto, é possível estar preparado para essas interrupções. Para reagir rapidamente à escalada de situações e ajudar a reduzir o impacto, os líderes da cadeia de suprimentos precisam considerar o aprimoramento do gerenciamento de riscos estruturais e da visibilidade da base de suprimentos independentemente do nível. Os dados gerados podem permitir uma colaboração mais inteligente com a capacidade de prever padrões futuros e antecipar proativamente interrupções.

Reduza o impacto com tempos de resposta rápidos

As cadeias de suprimentos globais de hoje são complexas. Com inúmeros parceiros em várias geografias – mesmo considerando que você atue somente no território continental que é o Brasil – o resultado está em um ecossistema comercial global entrelaçado, destacado pela volatilidade do mercado atual. As organizações podem enfrentar problemas de upstream e downstream com mais intensidade durante os períodos de interrupção.

Obter visibilidade e entender os riscos potenciais, que levariam, por exemplo, a interromper rapidamente os fornecedores Tier 2 e Tier3, podem ajudar as organizações a planejar melhor essas situações.

Prepare-se para o futuro com uma cadeia de suprimentos autônoma

Para ajudar a se preparar melhor para eventos imprevisíveis futuros, as empresas devem considerar digitalizar e iluminar seus processos da cadeia de suprimentos como fluxos de trabalho inteligentes para alcançar novos níveis de capacidade de resposta. Ao criar fluxos de trabalho inteligentes que desafiam processos isolados, os líderes da cadeia de suprimentos podem descobrir eficiências entre processos e parceiros.

E-book por:

Cada vez mais, parceiros são o diferencial em momentos de crise como o que estamos vivenciando com a Covid-19. Um exemplo claro é como a BRF tem tratado este assunto com urgência e atenção necessária para manter a comida na mesa de todos os brasileiros. Como uma cadeia de produção logística complexa como apresentado pelo Presidente da BRF, em entrevista à Coluna Direto da Fonte, de Sonia Racy, no Estadão, no último dia 24 de março, com investimento, comunicação, aplicações especialistas e com uma equipe totalmente integrada aonde começa desde o Agro na plantação de Grãos até a mesa do cidadão.

Esses novos fluxos de trabalho da cadeia de suprimentos, suportados pela IA (Inteligência Artificial) e outras tecnologias emergentes, como Automação de armazéns e transportes, IoT (Internet das Coisas), 5G e Computação Edge, podem ajudar a fornecer os resultados desejados em escala.

Usando os novos fluxos de trabalho, pode-se prever padrões emergentes de interrupções imprevistas e fortalecer sua cadeia de suprimentos global, fornecendo tempos de resposta rápidos e maior preparação para eventos imprevisíveis. As oportunidades de transformação podem estar disponíveis em qualquer etapa da cadeia de valor, do planejamento da demanda à execução da manufatura ou à orquestração e atendimento de pedidos. Ter uma página atraente, com formas de pagamento interessante para os clientes finais, porém com um processo logístico deficitário, de nada adianta e o cliente perceberá o nível de serviço e a experiência por ele vivida.

Fluxos de trabalho inteligentes podem ajudar a transformar a interseção de pessoas, processos e tecnologia e permitir que profissionais da cadeia de suprimentos forneçam estratégias mais eficazes e eficientes. Eles ajudam a fornecer fluxo de informações e direitos de decisão para otimizar ambientes que mudam continuamente.

Planejar o imprevisível

Enquanto não conhecemos o futuro, podemos aprender com as experiências passadas para nos prepararmos melhor. Sempre haverá desafios imprevistos que surgirão. Ao entender a resposta da organização e implementar estratégias para ajudar a mitigar riscos, pode-se ajudar a reforçar a rede de suprimentos e fortalecer a cadeia de suprimentos.

Empresas precisam agir cada vez mais com responsabilidade e investir antecipadamente em soluções de negócios padrão da indústria para manter suas estruturas ativas, com informações seguras para tomada de decisão e atuação em tempos de incerteza.

Por Samuel Baccin

Via CIO

*Samuel Baccin é diretor da Blue Yonder Brasil

Editor MDR

Você pode gostar também...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *