Como a hiperconvergência pode apoiar a gestão do rápido crescimento de dados?

 Como a hiperconvergência pode apoiar a gestão do rápido crescimento de dados?

Modelo de TI mais avançado do mercado traz redução de custos, tempo e espaço.

Com um mundo cada vez mais digital precisamos de uma gestão mais prática. Com a crise da pandemia do coronavírus, empresas tiveram que acelerar muito o processo de Transformação Digital para ficarem mais ágeis, mais organizadas, mais sólidas e, principalmente, mais baratas. Mas como uma organização cobre os custos de modernização e gerenciamento de um data center com eficiência?

A hiperconvergência é o modelo de TI mais avançado do mercado, e trouxe uma redução de custos, tempo e espaço muito grande, possibilitando fôlego para investimentos em inovação e potencialização da gestão. Ela permite backups e processos mais rápidos e uma melhor orquestração, tudo isso com redução do consumo de energia e de até 50% do espaço físico utilizado no data center.

Este tipo de infraestrutura aprimora segurança, desempenho, rede e automação em multicloud que, de acordo com o Gartner, em 2021, 90% das organizações terão implantado um modelo de nuvem híbrida ou multicloud para suas necessidades de TI. As empresas buscam cada vez mais escalabilidade e flexibilidade de sua arquitetura de tecnologia para aumentar sua capacidade, reduzir incidentes e oferecer um ambiente de alta disponibilidade que melhore o desempenho de todos os seus funcionários.

Apoiador:

Com o crescimento do volume de dados e dispositivos conectados, soluções de hiperconvergência ajudam a resolver o problema de controlar uma ou mais operações em nuvem para a empresa, cumprindo ao mesmo tempo as normas de compliance, evitando que a equipe cometa erros de configuração e estruturando recursos de segurança apoiados por backup e estratégias de DR (recuperação de desastres).

Investimentos serão cada vez mais necessários para otimizar processos e devem refletir diretamente na melhoria dos serviços prestados e na experiência do usuário. Mais do que nunca precisamos simplificar.

Por Redação

Via CIO

*Paulo Asano é CEO da Populos

Editor MDR

Você pode gostar também...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *