CGU transfere data center para o Serpro

 CGU transfere data center para o Serpro

Modern web network and internet telecommunication technology, big data storage and cloud computing computer service business concept: server room interior in datacenter in blue light

A CGU – Controladoria-Geral da União transferiu a gestão de seu data center para o Serpro, empresa de TI do Governo Federal. O órgão contratou serviço de co-location para a hospedagem de servidores, manutenção e monitoramento de dados.

De acordo com o responsável pela divisão de infraestrutura da CGU, Gustavo Souza, o colocation é uma modalidade de contrato vantajosa, porque evita altos custos para criar e manter um data center. “O principal benefício é que a CGU não precisa investir em equipamentos e infraestrutura, porque esse serviço será prestado pelo Serpro. Assim podemos nos dedicar ao que é mais importante para a Controladoria, que é o serviço de TI. Fizemos um estudo interno para contratar uma empresa especializada que faça esse tipo de serviço, e contratamos o Serpro”, acrescenta.

Apoiador:

A operação de moving das máquinas da CGU para o data center do Serpro em Brasília aconteceu no final de julho último. “Definimos uma área em nosso data center e providenciamos a Infraestrutura, de cabeamento lógico e energia, para receber os equipamentos da CGU. Ocorreu um planejamento de meses com conversas entre as equipes da Controladoria e do Serpro para definir a melhor forma e topologia para receber os equipamentos”, explica o chefe da divisão de infraestrutura do centro de dados Brasília do Serpro, Júlio Eustáquio.

Com 30 meses de duração, o contrato prevê o aluguel da estrutura da estatal para hospedar seus servidores. Além do aluguel do espaço físico e lógico, o acordo inclui serviços de segurança e energia.

Segundo estimativa da Secretaria de Governo Digital do Ministério da Economia, o Governo Federal ainda possui 133 data centers em diferentes órgãos da administração pública.

Por Redação

Via Infra News Telecom

Editor MDR

Você pode gostar também...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *