8 tendências de e-commerce para ficar ligado em 2021

 8 tendências de e-commerce para ficar ligado em 2021

Levantamento da SBVC mostra que 70% dos entrevistados pretendem continuar comprando pela internet mesmo após fim da pandemia.

O brasileiro já mudou o seu comportamento de consumo. Um levantamento da Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC) mostra que 70% dos entrevistados pretendem continuar comprando pela internet mesmo após a pandemia.

Para que as empresas estejam sempre atualizadas e se diferenciem da concorrência, é preciso ficar de olho nas inovações que estão surgindo, uma vez que o mercado está cada vez mais competitivo. Pensando em dar uma ajudinha com essa questão, separamos algumas tendências para 2021 com dicas de especialistas no assunto. Veja:

CRM para o sucesso do e-commerce supermercadista

Um levantamento da Ticket, empresa de benefício de refeição, apontou que houve um aumento da compra de itens de supermercados pela internet durante os meses de isolamento social. Dos 12 mil usuários ouvidos pela companhia em todo o país, 52% garantem que vão continuar comprando em supermercados pela internet. Tais dados mostram o quanto é importante pensar em formas de atender as expectativas dos consumidores.

Para que as redes de supermercados construam uma estratégia de e-commerce sólida, que traga resultados, é preciso primeiro desenvolver o relacionamento com seus clientes.

Apoiador:

Solução antifraude para novos meios de pagamentos

Em meados de novembro, milhões de brasileiros passaram a usar o PIX, o novo meio de pagamento que veio para mudar a forma com que as pessoas fazem operações financeiras. Mas com novas possibilidades de pagamentos também se iniciam novas oportunidades para os fraudadores. É essencial apostar em ferramentas antifraude que atendam as demandas de todos os meios.

Novas opções de pagamento no checkout da compra

As lojas virtuais devem estar preparadas para atender com eficiência todos os seus consumidores. Isso inclui aqueles que não estão formalmente inseridos no mercado financeiro e que, por isso, se veem sem muitas alternativas de pagamento para comprarem pela internet. Levando em consideração que o Brasil conta com 45 milhões de desbancarizados que movimentam cerca de R$800 bilhões anualmente, segundo o Instituto Locomotiva, o varejo será obrigado a oferecer novos meios de pagamento para proporcionar uma melhor experiência de compra aos clientes.

ARCommerce para melhor experiência de compra

De acordo com ReportsnReports, consultoria de pesquisas de mercado, a previsão de investimento em AR para 2023 é de R$ 247 bilhões. No e-commerce essa tecnologia é uma ótima opção para quem criar ações e vender por meio de engajamento e customer experience. “A realidade aumentada é muito versátil, no e-commerce, essa tecnologia é essencial para estimular as vendas, aproximar e engajar o público com as marcas.

Ela permite que os consumidores visualizem seus produtos de forma super realista, quase que física, o que contribui para uma maior certeza e clareza do que se está adquirindo. Isso pode acontecer com itens como o sofá, por exemplo, que pode ser visualizado na sala de uma casa ou apartamento, trazendo comodidade e otimizando a experiência de compra”, explica Marcos Trinca, Head de XR da More Than Real, startup brasileira referência global no desenvolvimento de experiências de realidade aumentada e visão computacional.

Live Commerce

O Live Commerce é a união das duas maiores tendências da atualidade: transmissões ao vivo e e-commerce. As vendas através desta estratégia movimentaram perto de US $60 bilhões em 2019 e deve superar os US$ 170 Bi em 2020, no mundo. Ela elimina a fricção entre o entretenimento e a compra, tornando o processo mais fluido e rápido e permitindo que o cliente compre o produto com apenas um clique.

Essa tendência e os resultados que ela é capaz de alcançar foram comprovadas recentemente, comenta Ricardo Piza, Head de Gestão em E-commerce da Driven.cx, maior grupo consultivo independente para corporações de grande porte e projetos de transformação digital autorais na nova economia.

Engajamento do consumidor

De nada adianta apostar na presença digital se sua marca não estabelece uma conexão atrativa e que estimule o engajamento com o público. Por isso, é interessante investir também em mídia e publicidades diferenciadas, que engajem os consumidores. Por sorte, hoje existem ferramentas e profissionais especializados em diversos nichos que desenvolvem peças publicitárias em formatos diferenciados e totalmente personalizados, e que possibilitam acompanhar os resultados em tempo real.

Digitalização de todos os processos de venda

Integrar uma marca a todos os meios digitais se tornou uma prática indispensável para comerciantes que possuem lojas físicas e querem continuar operando, além de atrair e fidelizar clientes. Por conta disso, existem hoje diversas ferramentas que deixam os processos de venda mais assertivos.

Sistema de análise preditiva para os lojistas

Você sabia que hoje é possível entender o comportamento do seu consumidor com base em dados, algoritmos e Machine Learning? Chamada de análise preditiva, a metodologia tem ganhado cada vez mais espaço no mercado, uma vez que antecipa tendências e ajuda as organizações a realizarem projeções de ponta a ponta.

Atendimento resolutivo gera confiança

Promover um atendimento resolutivo que gera confiança é o objetivo da Pessoalize, startup que oferece soluções digitais que transformam o atendimento entre marcas e pessoas.

Segundo um estudo da Salsify foi identificado que 35% das pessoas afirmam que escolheram uma opção mais cara após ler um review negativo e isso deixa claro que um bom atendimento e principalmente um bom pós-atendimento fazem parte da reputação e consequentemente do resultado de um e-commerce.

Por Redação

Via tiforum

Editor MDR

Você pode gostar também...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *