60% das empresas de TI vão esperar a pandemia passar para investir em automação

 60% das empresas de TI vão esperar a pandemia passar para investir em automação

De acordo com o relatório da Bain & Company, chamado Technology Report 2020: Taming the Flux, cerca de 60% das empresas de tecnologia planejam automatizar mais suas atividades offshore somente após o fim da pandemia. O dado coloca essas empresas longe dos líderes em adoção de automação.

O estudo aponta que 38% destes líderes pretendem investir significativamente mais em automação no próximo ano, em comparação com apenas 22% de outras empresas. Isso ocorre porque as empresas mais automatizadas geraram receitas maiores, experimentaram menos interrupções em sua cadeia de suprimentos e viram o aumento da produtividade e da demanda da força de trabalho.

O estudo destaca que a maioria das empresas pesquisadas já está acelerando suas iniciativas de automação e as barreiras tradicionais estejam diminuindo. No entanto, os líderes de automação de hoje desfrutam de uma vantagem significativa. Antes do surgimento da covid-19, muitas empresas líderes planejavam automatizar 30% ou mais de seus processos manuais – duas a cinco vezes mais do que empresas com baixas taxas de adoção de automação.

Em média, as empresas de tecnologia planejam que 38% de seus funcionários continuem trabalhando remotamente, mesmo após o retorno do trabalho no local, empatados com serviços financeiros para a taxa mais alta entre os setores pesquisados.

Apoiador:

Fusões e aquisições

O relatório ainda aponta que, em 2019, 82% das fusões e aquisições de tecnologia foram negócios de escopo, por meio dos quais o comprador entra em segmentos de negócios de crescimento mais rápido ou adquire novos recursos, propriedade intelectual ou talento para gerar crescimento futuro. Os 18% restantes eram negócios em escala, normalmente voltados para o fortalecimento da posição da empresa no mercado e redução de custos.

Há apenas cinco anos, a divisão entre negócios de escopo e escala na indústria de tecnologia era praticamente uniforme. A mudança enfática em direção a acordos de escopo é uma forma pela qual as empresas estão se posicionando para acompanhar taxas sem precedentes de transições de tecnologia, alterando as fronteiras da competição, expandindo as expectativas dos clientes e uma feroz guerra de talentos.

Por Redação

Via tiinside

Editor MDR

Você pode gostar também...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *