13 projetos brasileiros recebem bolsa de pesquisa do Google

 13 projetos brasileiros recebem bolsa de pesquisa do Google

O Centro de Engenharia do Google na América Latina, localizado em Belo Horizonte, anuncia nesta quarta-feira, 2, os 22 projetos vencedores da edição 2020 do Latin American Research Awards (LARA). Essa é a oitava edição do programa, criado com o propósito de impulsionar a inovação na região e premiar projetos acadêmicos que visam identificar e propor soluções tecnológicas para problemas reais do cotidiano das pessoas. 

Dentre os projetos selecionados, 13 são do Brasil, dois do Chile, quatro da Argentina, um do Peru, um da Colômbia e um do México. Desde seu lançamento, em 2013, o programa já destinou aproximadamente 3 milhões de dólares a mais de 146 projetos de universidades de toda a região. 

Nesta edição, o Google concederá US$ 500.000 para projetos de alunos de Doutorado e Mestrado. Os doutorandos receberão mensalmente: US$ 750 para o professor e US$ 1.200 para o aluno; e os vencedores do mestrado receberão mensalmente: US$ 675 dólares para o professor e US$ 750 dólares para o aluno.

Dos cinco projetos relacionados à criação de soluções para o enfrentamento da COVID-19, seção criada em 2020, estão dois projetos brasileiros. Um deles propõe o estudo de Deep Learning para o desenvolvimento de um teste sustentável, rápido e não-invasivo para diagnóstico de COVID-19 e outro, o uso da mineração de dados para analisar fatores de risco clínicos e demográficos de casos graves da doença no Brasil. Veja mais detalhes abaixo, na lista dos selecionados.

Apoiador:

Além das propostas voltadas a COVID-19, há propostas que buscam desde classificar lesões de pele até identificar tipos de câncer; detectar criadouros do Aedes aegypti, que pode transmitir doenças como o Zika; e a estudar a distribuição de terras por meio do uso de algoritmos. Há também iniciativas que propõem aplicações de Inteligência Artificial (IA) para o setor saúde e ML (Machine Learning), entre outras. Dos 22 projetos escolhidos este ano, 13 são relacionados à área da saúde.

“Os vencedores desta oitava edição não apenas demonstram a incrível capacidade e potencial que a academia, a pesquisa e a América Latina têm, mas também são um exemplo de resiliência em um ano como o de 2020, que significou grandes desafios para toda a humanidade”, diz Berthier Ribeiro-Neto, diretor de engenharia do Google na América Latina.

Confira, abaixo, os projetos vencedores do Latin American Research Awards 2020:

PaísVencedoresUniversidadeNome do projeto
BrasilJoão Marques
João Paulo Almeida
Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)Abordagens de aprendizado de máquina para identificação de vírus em mosquitos Aedes usando pequenos RNAs
Wagner Meira Junior
Derick Matheus de Oliveira
Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)Classificação automática e interpretável do eletrocardiograma de 12 derivações
Sandra ÁvilaAlceu BissotoUniversidade Estadual de Campinas (UNICAMP)Repensando a classificação automática do câncer de pele com aprendizado não-supervisionado de representação
Murillo CarneiroAnísio Santos JunioUniversidade Federal de Uberlândia (UFU)Deep learning em espectroscopia molecular por saliva: um teste sustentável, rápido e não-invasivo para diagnóstico de COVID-19
Marcos André GonçalvesFelipe ViegasUniversidade Federal de Minas Gerais (UFMG)Ampliação do papel de clusters semânticos entre palavras (CluWords) em tarefas de Processamento de Linguagem Natural (NLP) 
Renata VieiraHenrique Dias Pereira dos SantosPUC – RSValidação da Identificação de Eventos Adversos por Aprendizado de Máquina em Situações Reais
Eduardo da SilvaWesley PassosUniversidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)Identificação automática de áreas de reprodução de Aedes aegypti usando visão computacional e aprendizado de máquina
Leandro FernandesYanexis Pupo-ToledoUniversidade Federal Fluminense (UFF)Sistema de Telemedicina baseado em Redes Neurais Convolucionais (CNNs) para Análise de Evolução de Úlceras do Pé Diabético
André de CarvalhoMarília SilvaUniversidade de São Paulo (USP)Aprendizado de máquina automatizado: recomendação de ferramentas e modelos de processamento de texto
Marcus RittAlex Zoch GlieschUniversidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)Algoritmos de distritamento com aplicações para a alocação justa de terras e de assistência médica
Renato VimieiroJuliana MattosUniversidade Federal de Minas Gerais (UFMG)Uso da mineração de dados para analisar fatores de risco clínicos e demográficos de casos graves de Covid-19 no Brasil
Anderson RochaAntônio TheóphiloUniversidade Estadual de Campinas (UNICAMP)Combate a notícias falsas por meio da atribuição de autoria e análise de filogenia
Nelson Luis Saldanha da FonsecaRodrigo Augusto Cardoso da SilvaUniversidade Estadual de Campinas (UNICAMP)Redução da latência de serviço pelo emprego de veículos aéreos não tripulados de asas fixas
ArgentinaMariana ViegasMercedes Soledad Nabaes JodarUniversidad Nacional de La PlataGenômica e metagenômica do vírus SARS-CoV-2 na Argentina. Análise exaustiva dos aspectos genéticos e evolutivos de cepas autóctones
Axel SotoMaría Virgínia SabandoUniversidad Nacional del SurAprendizado de mapeamento molecular para reposicionamento de fármacos
Francisco SoulignacGonzalo Lera-RomeroUniversidad de Buenos AiresProblemas de roteamento sob congestionamento: algoritmos, implementações eficientes e dados reais
Ana Gabriela MaguitmanMariano MaisonnavUniversidad Nacional del SurAprendendo sobre modelos causais com as mídias digitais
ChileFelipe TobarJouhui HoUniversidad de ChileIdentificação de convulsões neonatais em EEG: uma abordagem contínua & multicanal
Gonzalo NavarroDustin CobasUniversity of ChileÍndices práticos e flexíveis em coleções de cadeias repetitivas
ColômbiaMario Linares-VásquezCamilo Escobar-VásquezUniversidad de los AndesHabilitando tarefas de engenharia de software automatizadas para aplicativos móveis de fonte fechada
PeruMirko ZimicMario SalguedoUniversidad Peruana Cayetano HerediaFacilitação de um diagnóstico sorológico rápido da COVID-19 através da análise do padrão de microaglutinação de uma salmonella geneticamente modificada usando tecnológicas móveis e inteligência artificial
MéxicoAlexander GelbukhSegun AroyehunInstituto Politecnico NacionalROBICAL: Identificação e classificação robustas de linguagem abusiva

Por Redação

Via tiinside

Editor MDR

Você pode gostar também...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *